ViagensAmérica do Norte • 12/07/2017

#viajando – EUA, Fev/2017

Eu sou uma rata de viagem. Tão rata que, se possível, me esconderia em algum navio bem como um rato pra poder viajar mais e mais.
Já passei um período de férias sem viajar, em contenção de gastos, e fiquei altamente frustrada. Sinto que usei dias a toa. E as férias do primeiro semestre de 2017 estavam para ser do mesmo jeito, até que o Sr. Namorado me disse: “tenho uns pontos no cartão, dá pra comprar duas passagens pra gente para Miami”.

Apesar de já ter visitado Miami, eu sentia que nunca tinha ido de coração aberto pra cidade. Ou passava pouco tempo, ou achava tudo muito ruim. Me faltava maturidade. Dessa vez, pensei “ah, ok, vamos dar uma chance pra cidade, provavelmente o problema era eu ser muito jovem”.

Foto com vários itens para planejar uma viagem. Um caderno, uma câmera, um mapa, o passaporte.

Mapa maravilhoso feito pela Jeanine Colini.

Uns dias depois da decisão tomada de ficar os 15 dias na Flórida, o Sr. Namorado me mandou essa: “amor, e se… a gente fizesse uma roadtrip de Miami pra outra cidade?”. E aí, papo vai papo vem, pesquisas e muitos testes no Googlemaps pra ver até onde conseguiríamos dirigir sem perder muitos dias na estrada… decidimos: New Orleans.
Afinal, eu e Sr. Namorado viajamos para comer. Tem gente que viaja pra ver ponto turístico, tem gente que viaja pra fazer compras, tem gente que viaja em busca de revelações espirituais. A gente viaja atrás disso tudo, também, mas no fim das contas, nossa rotina em viagem é planejada tipo “perto desse restaurante tem qual prédio bonito pra ver?”. E New Orleans é amplamente conhecida como a cidade do jazz e da boa comida.

Decidimos, então, passar uns dias em Miami, depois subir para New Orleans.
Como a viagem estava bem livre e sem muitas atividades objetivas, resolvemos ver o que rolava no caminho de Miami até New Orleans. Com certa pesquisa, encontramos a charmosa St. Augustine – uma das cidades mais antigas dos EUA. Aliás, eles alegam serem a primeira, na verdade.
E depois de voltar, ainda tínhamos alguns dias, que dariam perfeitamente para outra breve roadtrip que há muito queríamos completar: Key West. Ainda éramos apaixonados pela ideia de viajar de carro por aquelas belas paisagens de ilhotas da Flórida, e não esquecíamos nossa primeira viagem juntos, quando fomos até Islamorada. Mas queríamos ir até a ponta, lá em Key West mesmo.

Então era isso. Miami, St. Augustine, New Orleans e Key West.
Ufa!

Calendário de viagem.

Parece bem organizadinho e sem erro né? Não foi. Depois disso, um monte de outras coisas surgiram no meio do caminho, acabamos em mais lugares, outros que planejamos não aconteceram, um monte de treta pra resolver em inglês e em outro país, e essa foi, sem sombra de dúvida, uma viagem muito estranha… não sei qual palavra melhor usar aqui.

Essa é a história de como essa viagem aconteceu, só porque eu gosto de tagarelar mesmo. No próximo post, vou detalhar esse roteiro de viagem dos 16 dias e como planejamos essa roadtrip. 🙂

Comente(2)
Comente pelo Facebook
Comente pelo blog
  1. em 13 de julho de 2017 - 12h10

    Adorei, parabéns pelo blog Ju! *-* Tá lindo demais!
    É nóis! haha Também sou assim, ficar sem viajar é um martírio pra mim! 🙁
    To arrasada que esse ano é contenção de gastos total, pro casamento ano que vem, mas dá uma dor no coração! hahaha
    Sucesso nesse novo blog também ju, vai arrasar! Vou ficar de olho nos próximos posts, quem sabe me convence a conhecer Miami! rs
    bjs

  2. Fabi
    em 17 de julho de 2017 - 18h11

    Jú,

    Também viajo para comer… rsrsrsrs Melhor escolha… Lindo esse calendário de viagem 😉

Topo