Viagens • 17/11/2017

#viajando – Como organizar sua roadtrip

Fazer uma roadtrip é o sonho de muita gente. Dessas longas, que cruzam um país de ponta a ponta, elas são realmente aventuras incríveis pois você tem a oportunidade de ver diversidade de um mesmo povo. Pense na rota 66 nos EUA, ou viajar toda a Itália de carro. Eu gosto muito da ideia e, pra mim, até roadtrip no Brasil me atrai.

Ju deitada na cama planejando a viagem com o cachorro Freddie ao lado.

Nesse post, vou trazer algumas dicas para planejar sua roadtrip com base na minha própria experiência.

Quando decidimos ir da Flórida até a Luisiana, nos EUA, pelo menos a gente sabia que a estrada seria boa. Há bastante investimento nos EUA para rodovias e elas em grande maioria são excelentes, especialmente se você paga pedágio. Eu até prefiro desembolsar uns dólares para andar numa pista melhor.

De Fort Lauderdale, onde estávamos, até New Orleans, são 12 horas de carro. São muitas horas na estrada, e essa foi outra razão para termos decidido parar em St. Augustine para conhecer.

Com a parada, seriam 4 horas até Saint Augustine e 8 horas de St. Augustine até New Orleans. Bem menos assustador.

Nós andamos pela Interestadual 95 norte (I-95 N) até St. Augustine, para depois virar para o oeste e seguir pela Interestadual 10 oeste (I-10 W). Simples, não? É basicamente seguir a vida toda nessas rodovias até chegar.

Para esse tipo de planejamento, eu uso o bom e velho Google Maps para descobrir a distância entre a partida e o destino. Vejo exatamente quais rodovias o mapa me diz para pegar e pesquiso em sites sobre ela. Se você souber a língua do país que está viajando, melhor pesquisar nela pois serão informações mais recentes e atualizadas.

Ju planejando viagem com o cachorro Freddie próximo do mapa da Flórida, EUA.

É bom ir preparado: checar se há pedágios (e sempre levar dinheiro vivo e trocado para pagá-los), se as condições são boas e se por acaso há previsão de chuvas nas regiões que a rodovia passa nos dias da sua viagem. Dirigir em chuva, muito vento, neblina ou neve não são coisas interessantes, mas se for realmente necessário, é importante saber que vai rolar, não é?

Um detalhe importantíssimo é conferir se o país no qual você vai dirigir exige a Permissão Internacional de Dirigir (PID). Nos EUA, em geral, a CNH brasileira é válida. Mas como por lá cada estado confere as próprias leis, alguns exigem a PID. Logo, se sua roadtrip vai perpassar diversos estados, é melhor garantir e levar uma PID, né?

A PID deve ser emitida junto ao Detran do seu estado, e o valor depende da tabela do órgão. Aqui no DF, por exemplo, ela custa 290 reais (inclusos custo de processamento e o de emissão). Você não precisa fazer prova nem nada, é só ter uma CNH em dia e solicitar a PID, simples assim.

Se sua roadtrip for nos EUA, não se preocupe tanto em pesquisar onde comer – tem um posto de gasolina com pizza hut o tempo todo, talvez até com um McDonalds. Mas vale a pena também levar algumas comidinhas pra encher a barriga, afinal cada parada significa minutos a menos na estrada e, consequentemente, uma viagem mais longa.

Ah! Preste sempre bastante atenção à velocidade da via na qual você está. Usamos o Waze em todo o percurso e ele nos indicava a velocidade máxima. Siga as leis de trânsito, porque você não quer ser parado na estrada e levar um aperto do policial rodoviário em outra língua – eu talvez fale por experiência aqui (mas isso é outro post, outra história).

Eu aprendi com minha família desde pequena, quando muito viajávamos de Brasília para o Rio de Janeiro e para Vila Velha visitar parentes, que não se viaja de carro depois que escurece. Evite, sempre. Parece exagero, mas é questão de prudência: você vai estar em outro país, com regras de trânsito diferentes e passando por lugares que nunca viu na vida.

Essas são algumas dicas pra sua roadtrip não ter erro. Tem outras? Já fez alguma roadtrip? Conta aqui pra outras pessoas também saberem quais dicas boas de viagem!

Comente(0)
Comente pelo Facebook
Comente pelo blog
Topo